Almanaque vem do árabe al-manakh, que é o "lugar em que o camelo se ajoelha". Ponto de reunião dos beduínos para conversar e trocar informações sobre o dia-a–dia.


quinta-feira, 22 de dezembro de 2005

31º DIA - Um Feliz Natal!!! (um pouco adiantado)

O natal é essa qualquer coisa que nos faz repensar o ano que finda, reencontrar pessoas que não vemos a algum tempo e mesmo suportar aquelas das quais queríamos uma folga do tipo "para sempre". Eu não costumo escrever nem cartões de natal, nem ficar desejando felicidades e paz aos homens de boa vontade, mas mesmo assim resolvi que seria diferente e tentaria escrever alguma coisa...

Não desejo a realização de todos os desejos nem de todos os nossos sonhos, porque sabemos de antemão que nem todos estão fadados a ocorrer, e nem a se realizarem do modo que a gente imagina ou mesmo gostaria; mas desejo que todos tenhamos por perto pessoas que nos auxiliem nessa busca, e outras tantas que nos consolem frente as frustrações. Desejo que saibamos cuidar mais de nós mesmos porque saúde não é dádiva apenas, é cuidado, é amor próprio. Desejo que não nos acostumemos com a violência, trancando-nos no conforto de nossas casas-fortes, nem nos resignemos da nossa situação social, achando normais, a fome, a doença, a miséria e a guerra. Desejo que cidadania não seja uma palavra usada em campanhas publicitárias a fim de eleger pseudo-representantes. Desejo que possamos nos reconhecer como nação.

Desejo também que tenhamos e possamos ser amigos leais e valorosos. Desejo que possamos ser bons pais e boas mães, bons filhos, bons netos, mas sobretudo, imperfeitas, porque querer ser perfeito é sobretudo ser chato. Desejo que possamos errar no dia-a-dia, mas que aprendamos a pedir desculpas. Desejo alegria a todos e o direito de sermos um pouco tristes também.

Poderia desejar muitas outras coisas nesse natal e nesse ano novo que se aproximam, mas desejo simplesmente que sejamos capazes de sonhar, de amar, de sofrer, de indignar-se, de lutar e de sermos felizes.

A todos os meus amigos e familiares, de ontem, hoje e sempre um feliz natal!

Abraços
André

Um comentário:

Jorge O Gato Preto disse...

Lindo! Lindo! Lindo!